Inscreva-se na nossa newsletter







* campos obrigatórios
Vai receber um e-mail de confirmação da sua inscrição.
Por favor verifique a caixa de spam.

BIO



Seiva é música de identidade portuguesa a mostrar a força vital da oralidade rural e da urbanidade.

Seiva é um olhar feminino sobre a alma portuguesa, presente nas canções de trabalho, nas romarias, nos adufes e pandeiros, ritmos antigos e canções de fé, com especial ênfase nas mulheres que protegem, acolhem e conhecem todos os males. Estas Mulheres são de uma ancestralidade imemorial, também conhecidas por “Senhoras”: como a “Senhora do Leite”, “Senhora dos Remédios ou a “Virgem da Consolação”, invocadas em cantos que transformam a fé em verdadeiros actos de cura.
Joana Negrão encarna cada uma destas “Senhoras” na sua performance e a elas se entrega com amor e devoção em cada canção.




Seiva encontra nos cantos femininos tradicionais portugueses a raiz da sua identidade e ganha ainda mais eco com Rita Nóvoa, que alia graciosidade e força nos tambores que fazem o coração bater mais forte. Ritmos que o tempo vai deixando para trás mas que se reinventam em novas vidas e em novas texturas. Seiva também existe na viola braguesa, e no cavaquinho de Vasco Ribeiro Casais e olha em frente para desbravar novos caminhos, misturando a tradição com electricidade sem pudores nem purismos.

Os Seiva são uma das mais originais e internacionais bandas do panorama folk em Portugal. Iniciaram a sua carreira em 2014 com o objetivo de fazer um projeto musical totalmente baseado na música de tradição oral portuguesa. Herdeiros dos extintos Dazkarieh, Vasco Ribeiro Casais e Joana Negrão trouxeram para os Seiva a sua vontade em explorar ainda mais a música tradicional Portuguesa, presente nas canções de trabalho, nos adufes e pandeiros, nas canções de fé e em instrumentos como o cavaquinho, a viola braguesa e as gaitas-de-fole.




Editam o seu primeiro disco em 2015 utilizando apenas instrumentos tradicionais e misturando-os com os seus temas originais, com eletrónica e eletricidade. “Dura de Roer” o single de estreia fez parte da playlist da TSF e de algumas rádios internacionais como a Radio Dreyeckland na Alemanha, Radio Popolare em Itália e Les Rutes del So em Barcelona, que nomeou o disco de estreia dos Seiva como o 2º melhor de 2015. A banda tocou um pouco em salas e festivais em Portugal e recebeu boas críticas das imprensa internacional como a fRoots (U.K.), Songlines (U.K.), Folker (DE), Folkworld (DE), críticas essas que abriram as portas a concertos fora de Portugal como Folk Herbst (Alemanha), Eurofonik Festival em Nantes (França), Ghanafest Festival (Malta) e Night of the Arts em Helsinki (Finland).


Em 2019 foram galardoados com o prémio “Impulso” atribuído pela rede de periodistas ibero-americanos no festival Exib Música. Em 2020 foram seleccionados para showcases no WestWay Lab (via live stream), no BIME City of Bilbao e na SIM São Paulo (transmissão do concerto do WestWay Lab), e também para o catálogo de artistas da INES Talent 2020. Em 2021 participaram (via live stream)no Festival NAMM nos Estados Unidos e actuam na cerimónia de abertura da Womex.

Em 2022 editam “Murmúrios e outros rumores” e o livro para crianças "Da Seiva à Árvore". Actuam em festivais por todo o país como o Tradidanças, Do Bira ao Samba, Rio de Onor, Tradfest (Galiza), Feira da Dieta Mediterrânea, Fólio, entre muitos outros.

Sem pudores nem purismos, os Seiva fazem com que as raízes portuguesas ganhem um novo significado nos dias de hoje.

JOANA NEGRÃO

Voz, Gaita-de-foles Portuguesa, Adufe;

VASCO RIBEIRO CASAIS

Braguesa, Cavaquinho, Adufe, Gaitas-de-foles Portuguesas; 

RITA NÓVOA

Percussões Portuguesas;

Imprensa:

(...)"Vocal creativity and poetic flair (Negrão has the gift).(...)listeners conditioned to equate Portugal exclusively with fado will find compelling evidence to thecontraryintheresplendentmusicalheartbeatthatisSeiva.”
Michael Stone - fRoots.(UK)

(...)"beautifully crafted sound tapestry of Portuguese Bagpipes, tambourine, viola braguesa, adufe, and cavaquinho.” Gonçalo Frota – Songlines (UK) (...)"The music is not sad and melancholic, but lush and exuberant. Joana Negrão is an awesome vocalist." Tom Keller - Folkworld (DE)

(...)"a talented group of musicians who are innovating Portuguese folk music”. in worldmusiccentral.org (USA)

(...)"a journey filled with emotions.” in paysdeloire.sortir.eu (FR)

(...)"tradition and modernity together with boundless energy." in atelierdesinitiatives.org (FR)

(...)"strong melodies and even better arrangements" in Folker (DE)

(...)"Oiça-se Seiva com a urgência das coisas inadiáveis e deixe-se correr a seiva com que as suas canções nos vivificam, revitalizam." Armando Carvalheda - Antena 1

(...)"Seiva - música tradicional portuguesa mas com um pó de modernidade. Nuno Rogeiro - Sic Notícias

(...)"uma maior “portugalidade instrumental” com Vasco Casais a ir mais longe na exploração sónica de instrumentos tradicionais portugueses como o cavaquinho e a viola braguesa, (...) é evolução com certeza.”
António Pires – Blitz.

AGENDA

MÚSICA

"SEIVA"
2015

"Murmurios e outros rumores"
2022

"Da Seiva à Árvore"
2022

VIDEOS

2022 - "Chula Cega"

2022 - "Esta noite sai a ronda"

2021 - Namm livestream

2021 - "Virgem da Consolação"

2015 "Margaça" @ Moagem de Sampaio

2015 "Senhora do Leite" @ Moagem de Sampaio

CONTACTO

Agenciamento e
Gestão de Carreira:

Repasseado
info@repasseado.pt
t.: +351 91 821 3331
t.: +351 93 636 5379

Fotos por: Rita Carmo/ Iolanda Pereira/ Óscar Barros